Blog do Everton Araújo
Aprenda sobre Reprogramação Biológica® e Constelação Familiar

A empatia (ou a falta dela) na paternidade

Olá pessoal, tudo bem?

A tempos que quero fazer esse vídeo para vocês. A minha visão em relação a paternidade.

Para mim, Everton, umas das coisas mais desafiadoras da paternidade em relação as pessoas ao nosso redor é a falta de empatia delas. Vou dar dois exemplos para vocês.

Primeiro deles: Cheguei em casa, Fernanda extremamente cansada e irritada porque não estava conseguindo dormir (coisa normal de maternidade). Peguei a neném e pensei: Vou no mercado!

Fui no mercado, coloquei a neném no carrinho. Clara ficou tranquila, o tempo inteiro. Cheguei na fila preferencial, ela abriu um berreiro. Tinham três senhoras na minha frente, a primeira delas de cara já perguntou:

– Cadê a mãe dessa criança?

Eu estava de chinelo, bermuda, camiseta regata e boné para trás. Respondi a ela:

– Está em casa, descansando. Moro aqui na rua de trás, só vim aqui comprar uns negócios e estou indo embora.

Essa senhora falou:

– Ela está com fome, você precisa passar logo! Vai, passa na minha frente!

Essa foi a primeira senhora. Uma segunda senhora falou assim:

– Moço, eu vou te ajudar!

E começou a tirar as coisas do carrinho. Veio uma terceira e falou:

– Eu vou empacotando. Moço, só paga! Leva essa criança embora!

Terminei de pagar, coloquei as coisas no carrinho e a mulherada falou:

– Vai, vai para casa, vai para casa…

(Risos)

Essa foi a experiência mais engraçada que a gente teve. De muita empatia.

E vou contar para vocês agora um caso que não teve empatia nenhuma, mas que vale a gente se posicionar frente a isso.

Eu estava com a Clara no sol, estava sem calça, de body comprido. Me deu fome, entrei em uma loja para comprar umas castanhas. No momento em que eu entrei na loja, uma mulher já falou:

– Ai meu Deus, essa criança com as pernas de fora!

Dei uma risadinha, não muito simpática, mas ri para quebrar o gelo. Falei:

– Estávamos tomando sol ali.

Ela não contente foi falar para a atendente, disse:

– Ai menina você viu esses pais de hoje em dia, tem calor e fica tirando a roupa das crianças. Acha que as crianças têm calor também!

Respirei fundo. Botei um sorriso na cara, e disse:

– Ainda bem que a senhora já teve os da senhora, né?!

Ela ficou toda sem graça, e fez:

– É. Você vê, velho fala muito mesmo, né?!

Dei uma risada e falei:

– Pois é!

Parecia ser grosseiro, mas eu precisava me posicionar. A falta de empatia das pessoas pede um posicionamento seu, senão você se sentirá invadido.

Maior desafio na paternidade, na minha visão, é a falta de empatia. E essa é basicamente a minha visão.

Se você tem alguma dúvida, ou quer saber como nós temos conduzido, me pergunte, eu vou falar o que temos feito.

Se fez sentido para você, ótimo. Se não, segue o jogo.

Um grande abraço e até lá!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Everton Araújo - Especialista em Reprogramação Biológica® e Constelação Familiar

Everton Araújo

Especialista em Reprogramação Biológica® e Constelação Familiar

Everton Araújo tem 31 anos, é casado e é pai orgulhoso da Clara. Fisioterapeuta de formação, é especialista em Reprogramação Biológica® e Constelação Familiar.

Rolar para cima